GEI Brasile

RIZZIOLI, Valentino

foto_pres
Valentino Rizzioli – Presidente

Participar da introdução de uma empresa multinacional em um novo país e contribuir ativamente para a sua consolidação no mercado, chegando à ponta em praticamente todos os setores nos quais atua na região.

Assim pode ser resumida a carreira de Valentino Rizzioli. Com mais de 45 anos de experiência no Grupo Fiat, sua trajetória profissional se “confunde” com o início, solidificação, expansão e liderança do Grupo Fiat no Brasil e na América Latina.

Quando o Grupo decidiu expandir os seus negócios pelo mundo, no inicio da década de 1970, o Brasil foi logo escolhido pelo seu potencial mercadológico e pelo momento propício de desenvolvimento. Para comandar essa empreitada, o engenheiro Rizzioli foi enviado para o Brasil como o primeiro executivo da marca vindo da Itália para o País.

Não demorou muito para que a inédita fábrica do Grupo Fiat fora da Itália fosse inaugurada em 1971, em Contagem (MG), onde até hoje são produzidas as avançadas máquinas de construção das marcas Case e New Holland.

Na mesma década, Rizzioli participou ativamente das atividades de desenvolvimento e construção da fábrica da Fiat Automóveis, em Betim (MG).

Pouco depois, Rizzioli teve mais uma experiência internacional em sua carreira, quando a Fiat adquiriu a norte-americana Allis Chalmers, o levando a morar nos Estados Unidos para acompanhar o negócio da empresa no segmento de máquinas de construção.

Depois de cinco anos nos EUA, Rizzioli retornou ao Brasil para desenvolver e fortalecer as atividades do setor de construção e, posteriormente, agrícola, da Fiat na América Latina. E logo o Grupo deu passos importantes rumo à liderança no continente.

Com a aquisição da New Holland pela Fiat em 1991, Rizzioli passou a comandar a indústria de máquinas agrícolas e equipamentos de construção da empresa na região.

Mesmo com a evolução nos negócios, o Grupo Fiat foi além e adquiriu a Case, numa fusão mundial com a New Holland, nascendo a Case New Holland.

Na América Latina, Rizzioli se tornou o presidente da nova empresa. Com larga experiência em negócios e com a sua sensível contribuição para as atividades do Grupo Fiat, especialmente da Case New Holland, Rizzioli foi nomeado também como vice-presidente da Fiat Automóveis e, em 2004, como vice-presidente executivo da Fiat do Brasil, cargo que exerce até hoje.

Desde a sua criação, a Case New Holland é referência mundial na fabricação de máquinas agrícolas e de construção, oferecendo aos consumidores brasileiros, sul-americanos e dos outros continentes, produtos com a mais alta tecnologia do mercado.
Atualmente Rizzioli também é Vice-Presidente da Anfavea, Vice-Presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), Presidente do Grupo Esponenti Italiani (GEI) e Presidente do Conselho de Tecnologia e Inovação da FIEMG.

Entre as diversas homenagens, Rizzioli foi agraciado, em 1998, com o título de Oficial da República Italiana – a principal condecoração da Itália para pessoas que se destacam no mundo empresarial. Em 2008, recebeu o título de Cidadão Honorário de Minas Gerais concedido pela Assembleia Legislativa do Estado.

Rizzioli foi condecorado também com a medalha da Ordem do Mérito Industrial, em 2012, a mais alta comenda da Confederação Nacional da Indústria (CNI), que homenageia personalidades e instituições por relevantes serviços prestados ao desenvolvimento socioeconômico do País.

No mesmo ano, recebeu o Prêmio Globo Tricolore para personalidades que contribuíram para a difusão da cultura e da tecnologia italiana no mundo, e a medalha Presidente Juscelino Kubitschek, honraria concedida a personalidades e instituições que prestam ou tenham prestado serviços relevantes à sociedade, contribuindo para o crescimento de instituições políticas e governamentais de Minas Gerais e do Brasil.


Copyright © 2014 GEI Brasile - Gruppo Esponenti Italiani